10 Dicas Infalíveis para Melhorar a Comunicação do Casal e da Família

Saiba como se comunicar de maneira mais eficiente e evite discussões desnecessárias em casa.

Um dos maiores desafios de um casamento ou relacionamento com os filhos é a comunicação. Sempre acontece aquela briga entre casais ou um conflito com aquele adolescente que teima em não te ouvir.

Com algumas mudanças e um pouco mais de cuidado, é possível resolver problemas que pareciam não ter saída.

Para isso, preste a atenção a essas dicas “de ouro” para melhorar a comunicação familiar. E, certamente a relação com seu marido, esposa, filhos ou pais vai ficar bem mais tranquila. 

1. Seja breve e específico

Algumas pessoas simplesmente não conseguem ir direto ao ponto, ficam remoendo as situações. O ideal é que você explique o que deseja de maneira simples e breve. O mesmo vale quando for atribuir alguma tarefa a alguém.

2. Não acuse ou julgue

Uma das maiores dificuldades quando acreditamos que o outro fez algo que não deveria é longo apontar o dedo. O julgamento, no entanto, não é nunca a melhor forma de resolver um problema. Tente conversar e explicar seus motivos. Nunca de forma acusatória, pois poderá dificultar ainda mais a comunicação.

3. Cuidado com afirmações precipitadas

Deduzir ou inferir algo sobre eles, insultando-os, certamente não vai resolver nada. E isso só vai causar mais conflitos.

Tente ponderar aquilo que diz. Essas conclusões precipitadas são uma das maiores causas de rixas entre membros de uma família. Quando você reage de maneira raivosa, só dá ao outro mais motivos para contendas.

4. Seja positivo

O negativismo é algo que desanima qualquer um. E muita gente tende a sempre externar aquilo que é ruim. Por exemplo: não ressalte os defeitos dos membros da família, mas observe também as situações e os comportamentos positivos.

5. Exponha seus sentimentos

Quando estiver se sentindo mal em relação a algo que seu filho, esposa ou marido fez, tente conversar e mostrar seu lado. Evite como primeira estratégia sair criticando. Falar sobre suas emoções ruins pode tirar um peso das suas costas. E ainda ajuda a resolver o problema.

6. Ouça com atenção

Ninguém gosta de ser ignorado. Por isso, o tempo para a família é essencial. Sua esposa quer contar sobre o contrato novo do trabalho. O marido deseja falar sobre aquele chefe rabugento. A criança esperou o dia inteiro para mostrar orgulhoso o “10” que tirou na escola.

Compartilhar os detalhes do dia a dia é o que mantém a união. Mas é essencial que você ouça o que eles dizem e dê sinais de que está escutando com atenção. Numa discussão, não olhe só superficialmente. Tente entender o cerne da questão.

7. Não contra-ataque ou fique na defensiva

Outra estratégia para melhorar a comunicação familiar é não responder quando algum deles te atacar. Isso é como uma bola de neve. Alguém te agride. Você revida. Quando percebe, aquilo já virou uma guerra.

E quase sempre é possível evitar que chegue a um ponto de desgaste mais profundo.

8. Tente descobrir os pontos de acordo e de desacordo

Quase todas as brigas só conseguem ser resolvidas de maneira mais profunda se ambos os lados entenderem uns aos outros. Ou seja: é essencial que vocês tentem encontrar coisas que compartilhem e com as quais concordem ou não.

9. Prefira solicitar em vez de se queixar

Se você está insatisfeito com alguma atitude do seu familiar procure pedir ajudar, ao invés de criticar.

Exemplo:

Crítica – “Você é folgado, mesmo!”

Solicitação – “Você poderia me ajudar a organizar as coisas?”

10.
 
Mais afirmações construtivas e menos provocadoras

Insinuações inadequadas sempre causam mais conflito.

Exemplo:

Mensagem provocadora – “Nunca vi uma pessoa tão ruim quanto você. Só sabe criticar”.

Mensagem construtiva – “Fico triste quando você não me entende”.

Entenda A Causa Do Problema Para Melhorar A Comunicação


A maioria das reclamações sobre os déficits de 
comunicação são:

  • Não prestar atenção ao que o outro fala;
  • Problemas na hora de explicar algo com clareza;
  • Agressividade na hora de falar;
  • Dificuldades em dizer “não”;
  • Pensar que o outro já sabe o que está pensando, já que se conhecem por um longo tempo.


Mas por que cometemos os mesmos erros?

É difícil mudar hábitos. Existem vícios e formas de comunicação que aprendemos ao longo da nossa história. E, muitas vezes, reproduzimos a relação que tínhamos com nossos pais. Outro fator que influencia também é a personalidade de cada um.

Como mudar essa situação?

É necessário clareza de regras, de papéis e de mensagens. Do contrário, acaba surgindo a frustração, confusão, o que leva ao conflito. Cada membro deve observar como expressa seus sentimentos de amor, carinho e cuidados.

O grande diferencial dos casais e famílias que dão certo é a sua capacidade de enfrentar e resolver as dificuldades do dia a dia. Ou seja, mesmo que haja algum problema ou conflito, eles estão sempre dispostos para melhorar a comunicação com outro.

Mas, e o amor? Só permanece se for alimentado com:

Sensibilidade, generosidade, consideração, responsabilidade, confiança e lealdade. Sem estas qualidades o amor se estressa e começa a perder a esperança.

Cada pessoa desenvolveu sua forma de dar e receber amor em sua família de origem.

São cinco as linguagens do amor; descubra qual é a sua forma de dar e receber amor, assim como as de seus entes queridos:

1. Palavras de afirmação

Tente, na maior parte do tempo, investir em palavras gentis e encorajadoras. E seja humilde quando for falar com marido, esposa ou filhos.

2. Tempo de qualidade

É essencial que o casal tire um tempo para si. O mesmo vale para a família. É muito importante ter um tempo para conversar e fazer algo.

3. Dar e receber presentes

Quando recebemos um presente, nos sentimos amados. E não precisa nem gastar com coisas caras. Ir a um parque, por exemplo, também vale. O presente da presença.

4. Cuidado mútuo, atos de serviços

Dar e receber num relacionamento é crucial. E isso precisa ser mútuo. Alguns se doam demais e não se sentem amados, por estarem sempre a serviço sem ter nada em troca.

Quando só uma pessoa faz isso sozinha, acaba tendo a sensação de abuso. Portanto, esse é outro ponto que precisa de atenção.

5. Demonstrações físicas de afeto

O toque é uma necessidade do ser humano. Para um relacionamento saudável, é preciso demonstrar fisicamente esse afeto. Não apenas entre casais, mas em relação aos filhos também. Abraços, carinhos, beijos são alguns exemplos. E para o casal, o sexo é uma demonstração física de afeto.

Terapia de Casal e Família Ajuda a Melhorar a Comunicação?

Os casais e as famílias podem entender melhor o seu problema e restaurar a harmonia entre si.

Nesse tipo de tratamento, o terapeuta avalia a comunicação, as atribuições dos membros da família, seus valores, expectativas, padrões e formas de comportamento. A partir daí, examina quais são os pensamentos distorcidos e negativos que dificultam o relacionamento.

Por Que Casais Buscam Terapia?

  • Não se comunicam mais, ou não se entendem;
  • Quando o trabalho dificulta o tempo junto;
  • Questões financeiras;
  • Necessidade de dar e receber ajuda;
  • Infidelidade;
  • Em um novo casamento, quando um ou os dois cônjuges já têm filhos;
  • Durante um divórcio, em que um quer romper o relacionamento e o outro não;
  • Estresse;
  • Declínio do desejo sexual;

Por Que Famílias Buscam Terapia?

  • Depressão, transtornos de personalidade e outras doenças;
  • Abuso de drogas ou álcool;
  • Adoção;
  • Dificuldades financeiras,
  • Problemas para se comunicarem.

Mas é possível reverter essas situações e, especialmente, melhorar a comunicação da família. A terapia proporciona a aquisição de novas habilidades para resolver problemas.

Entre em contato para marcar uma avaliação.